"Planos diretores e gênero: Desafios e possibilidades" - Circuito Urbano 2022

Descrição da etapa

Por que as questões sensíveis a gênero precisam ser pautadas nos Planos Diretores? Afinal, Mulheres são peça fundamental na transformação para cidades mais justas e sustentáveis.

A finalidade do evento é sensibilizar, orientar e estimular mecanismos e ferramentas para o fortalecimento da agenda de questões sensíveis a gênero nos planos diretores e normas urbanas derivadas. Vincula-se à linha temática do Circuito Urbano – Planejar-; uma vez que aborda experiências e iniciativas em andamento para aprimoramento de políticas urbanas e financiamento com foco em questões sensíveis às perspectivas de gênero.

Considerando as diretrizes da Nova Agenda Urbana e da Agenda 2030 e os 17 ODS, com enfoque nos ODS 10 e 11, o evento estimula práticas que visam a promoção de territórios urbanos e rurais mais inclusivos e seguros para todas e todos. Os resultados de Planos Diretores mais inclusivos tem efeitos na diversificação da participação feminina considerando classe, gênero, renda, acesso delas aos espaços públicos e privados mais seguros, na gestão pública, na política, em processos de tomada de decisão e beneficia os/as munícipes direta e indiretamente.

Na abertura do evento, vislumbra-se a representação institucional de uma das fundadoras do Movimento de Mulheres Municipalistas. Na sequência, são apresentados dados inéditos da pesquisa “Municípios liderados pelas prefeitas e os desafios da agenda de gênero nos planos diretores “ e os caminhos para que esta agenda esteja mais presente nos respectivos Planos Diretores.

Adicionalmente, as vozes de prefeitas de distintas regiões do país e representantes do Movimento Municipalista de Mulheres irão compartilhar seus desafios e experiências nas práticas de gestão e planejamento urbano. Na sequência, o CAU/BR abordará o papel da Arquitetura para fortalecimento de Municípios inclusivos: pensar a cidade com a perspectiva de gênero. Por fim, a Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) abordará como boas práticas internacionais podem contribuir com o fortalecimento de iniciativas brasileiras, evidenciando desafios e acertos. Além disso, será apresentada a iniciativa - Liderança Femininas Urbanas - que incentiva e fortalece a participação, práticas acolhedoras e empoderamento das mulheres à frente da gestão pública.



Programação:

Planos diretores e gênero: Desafios e possibilidades

Transmissão ao vivo no Youtube do Circuito Urbano

Organizações